A raça humana me dá medo.

Faz alguns dias, que infelizmente saiu na internet sobre a moça de 16 anos que foi estuprada por 33 homens, ou melhor, monstros.  Em numa entrevista que ela deu, mencionou que “não dói no útero, e sim na alma”. Sim, acredito que a maior cicatriz será  em sua alma.

Traumas como esse nem sempre a pessoaconsegue superar,  pois machucam no fundo.  Como é possível,  em pleno anomde 2016, alguns monstros, que se dizem humanos, ainda fazem isso com uma mulher.  A culpa não é  dá vítima, lógico  que não. Infelizmente ainda vivemos em uma sociedade extremamente machista,  onde esse tipo de coisa acontece. Existem homens que tem medo das mulheres. Homens que acham que a mulher merece ser tratada dessa forma. Por que?  E ainda teve um cara que recebeu a foto no whats e encaminhou a foto alegando que não sabia que ela havia sido violentada. Ou seja, o fato de não saber disso, justifica expor a foto da vítima nua? Não,  não justifica. Nada justifica o que aconteceu a essa moça.

Mesmo que ela receba todos os abraços confortante do mundo, nada que ninguém diga via curar a dor de sua alma. Não sei se alguém  vai ler esse post, mas de coração desejo que ela consiga curar a dor de sua alma. Somos mulheres, e temos que nos ajudar. Temos que ser solidárias umas com as outras. Mães, por favor, ensinem seus filhos homens a tratarem bem uma mulher, com respeito. Fiquei muito triste quando soube dessa história.  Moça, desejo que voçê seja forte. Esse post não é só  a questão ser ou não  feminista, mas uma questão de respeito.