Uma vida sem anticoncepcional

Desde os meus 16 anos eu tomava anticoncepcional. Já quis parar algumas vezes, mas acho que faltou a coragem de fazer isso. Coragem de inicialmente vc perder o “controle” de sua menstruação, ou em questões sexuais, mais uma “garantia” para evitar filhos. efeitos-colaterais-do-uso-prolongado-de-pilula-anticoncepcional

Porém esse ano decidi parar, mais especificamente, semana passada quando era para ter voltado, eu parei e não quis voltar a tomar. Em apenas uma semana, notei poucas diferenças no meu corpo e no meu organismo de uma forma geral. Diferenças essas que para mim são importantes, como menos sensibilidade na hora de fazer a depilação (ebaaaa haha), ou menos vontade em comer doces (sou uma chocólatra assumida). Alguns dias, sinto uma leve dor de cabeça, acho que é meu organismo começando a entrar em abstinência, e por isso “grita” por voltar a tomar. Mas tomo algo para aliviar a dor, e passa.

Estou descobrindo ainda quais as reações que meu corpo vai ter. Até o momento, estou gostando das pequenas mudanças que estou percebendo, não sei como será no decorrer dos meses. Acredito que meu fluxo vai aumentar, ou voltar ao que era antes, não sei quanto a minha libido, mas é tudo questão de tempo para descobrir. Não estou criticando quem ainda toma o anticoncepcional, estou aqui apenas para falar como me sinto sobre isso. Talvez alguém em algum lugar tenha interesse, curiosidade em saber, e não tenha para quem perguntar. Talvez ninguém leia esse texto, tanto faz. heheheh Lógico que cada organismo vai reagir de uma forma, mas estou comentando sobre o meu. Gostei da decisão que tomei.

Relacionamentos abusivos

Acho que todos já ouviram falar, ou pior, já passaram por isso. As vezes as pessoas acham que relacionamento abusivo é apenas aquele entre homen x mulher,  no qual uma das partes sofre algum tipo de abuso, seja físico ou psicológico. Mas acontece, que esse tipo de relacionamento existe em qualquer lugar, até nas amizades.

Por que isso também acontece nas amizades? Talvez por que uma das partes fica com ciúmes,  pois a outra pessoa também tem a sua vida, não vive em função do amigo (a), e também possui outros amigos além do “ciumento”. O que eu faço numa situação dessas (no caso da amizade), não deixo a outra pessoa fazer isso.

Recentemente aconteceu uma situação dessas com uma amiga minha. Mandei uma foto para ela, algo que ela me avisou, que as duas gostam. Porém ela não pode ir ver tal local, pois foi em um período curto na cidade, envolvendo um fim de semana. Ela, teve outros compromissos nesse fim de semana e não pode ir, eu acabei indo durante a semana. Bati uma foto e enviei para ela, achando que ela iria gostar. Gente, ela me xingou,  falou um monte e tal. Disse que era imperdoável. Apenas falei, sério que você vai ficar pauta por causa disso? Ela disse que sim, e apenas respondi ok.

Não vou cortar amizade, mas não vou procurar ela também. A errada foi ela. Na hora que ela quiser falar comigo, estarei aqui. Quem olha de fora, acha que estou sendo vítima nesse caso, acho que não, pois devido a meu histórico,  isso foi uma grande passo pra mim. Ela vai ter dois trabalhos, ficar com raiva e voltar ao normal. Eu to boa.

Mas esse é  um exemplo de relacionamento abusivo. Não sou psicóloga,  Mas vejo por mim. Fiz o que achei melhor pra mim. Porém, se esse tipo de atitude continuar acontecendo, vou começar a me afastar. Simples.

A raça humana me dá medo.

Faz alguns dias, que infelizmente saiu na internet sobre a moça de 16 anos que foi estuprada por 33 homens, ou melhor, monstros.  Em numa entrevista que ela deu, mencionou que “não dói no útero, e sim na alma”. Sim, acredito que a maior cicatriz será  em sua alma.

Traumas como esse nem sempre a pessoaconsegue superar,  pois machucam no fundo.  Como é possível,  em pleno anomde 2016, alguns monstros, que se dizem humanos, ainda fazem isso com uma mulher.  A culpa não é  dá vítima, lógico  que não. Infelizmente ainda vivemos em uma sociedade extremamente machista,  onde esse tipo de coisa acontece. Existem homens que tem medo das mulheres. Homens que acham que a mulher merece ser tratada dessa forma. Por que?  E ainda teve um cara que recebeu a foto no whats e encaminhou a foto alegando que não sabia que ela havia sido violentada. Ou seja, o fato de não saber disso, justifica expor a foto da vítima nua? Não,  não justifica. Nada justifica o que aconteceu a essa moça.

Mesmo que ela receba todos os abraços confortante do mundo, nada que ninguém diga via curar a dor de sua alma. Não sei se alguém  vai ler esse post, mas de coração desejo que ela consiga curar a dor de sua alma. Somos mulheres, e temos que nos ajudar. Temos que ser solidárias umas com as outras. Mães, por favor, ensinem seus filhos homens a tratarem bem uma mulher, com respeito. Fiquei muito triste quando soube dessa história.  Moça, desejo que voçê seja forte. Esse post não é só  a questão ser ou não  feminista, mas uma questão de respeito.